Postado por Conexia Educação | 29/ago/2018 | Categorias: Institucional

Já vivemos uma educação do futuro. Está preparado?

Por Thamila Zaher, diretora-executiva do Grupo SEB.

As mudanças na educação trazem desafios diários para as escolas, que buscam constantemente por excelência no processo de aprendizagem, já que o comportamento dos alunos para a transformação digital é uma realidade, além da preocupação dos pais com o futuro profissional de seus filhos. Diante desse contexto, é essencial que se mantenha a competitividade entre as instituições: oferecer aos estudantes uma educação capaz de atribuir o contato com as práticas do dia a dia, a capacidade de desenvolvimento e o compromisso com a cidadania, o que não é missão fácil.

A liderança desse mercado fica com quem souber inovar e antecipar as tendências na educação. A plataforma Educacross, da Conexia Educação – Grupo SEB, é um exemplo de inovação com mais de 20 milhões de desafios já realizados. Uma avaliação anual feita nas escolas que utilizam jogos digitais de matemática e de Inteligência Artificial mostra que o desempenho das avaliações externas melhorou, no primeiro ano, mais de 20%.

A transformação digital vem modificando a forma como as pessoas consomem e se relacionam, e isso não é diferente no ambiente educacional. Assumimos o papel de ajudar as escolas na transformação da educação formal, para um ensino mais participativo, afinal o aluno já mudou para valer, e o professor precisa mudar e estar disposto a aprender.

A aprendizagem autêntica já é uma necessidade e a fluência no mundo é mais do que apenas aprender como usar a tecnologia, e sim, saber como empregá-la no processo de ensino e aprendizagem.

Para que haja o incentivo das novas tecnologias nesse processo é preciso compreender o uso das formas de interação e aprendizagem para a construção de um ambiente de ensino criativo e responsável. É preciso mudar o formato de sala de aula expositivo, para um trabalho com projetos, para que os alunos possam ser desafiados a resolver problemas de forma contextualizada, interdisciplinar e colaborativamente.

A nova educação traz um aprendizado no que, para o aluno, torna-se tangível. Esse processo de ensino e aprendizagem passa por quatro pilares: colaboração, digital, empreendedorismo e sustentabilidade, fazendo com que o aluno esteja engajado de forma mais espontânea naquilo que o motiva. Para os professores, o segredo é terem mentes abertas para as mudanças, que já começaram.

A nova realidade da educação nasce de um mundo colaborativo e a mudança está clara, sobretudo no protagonismo do aluno em sala de aula, que hoje em dia tem outro tempo e outro nível de exigência. E o profissional de educação, mais uma vez, precisa estar preparado para as demandas desses tempos. Por aqui, estamos investindo em soluções para contribuir com esse desafio e vocês, estão prontos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *